AVALIAÇÃO DOS DESLOCAMENTOS EM VIGAS PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS

Autores

  • Anelize Borges Monteiro Acadêmica de Engenharia Civil, Departamento de Engenharia de Estruturas, Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG.
  • Anderson Renato Vobornik Wolensky Acadêmico de Engenharia Civil, Departamento de Engenharia de Estruturas, Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG.
  • André Luis Christoforo Engenheiro Civil, Departamento de Engenharia Mecânica, Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ.

Palavras-chave:

Mecânica dos sólidos, Soluções aproximadas, Solução analítica

Resumo

Os métodos analíticos clássicos permitem o cálculo da solução exata de deslocamentos, deformações e tensões na estrutura nos seus infinitos pontos. Entretanto, essas soluções são apenas conhecidas para alguns casos, que fogem da maioria das aplicações práticas. O Método dos Elementos Finitos (MEF) é um procedimento aproximado que foi desenvolvido para aplicação em caráter geral, independente da forma da estrutura e da condição de carregamento, dentro da precisão aceitável do problema de Engenharia. Neste sentido, o deslocamento em problemas estruturais elásticos é tido como incógnita fundamental e com o emprego do MEF é possível descrever, através do conhecimento dos deslocamentos nos nós, o comportamento interno de cada elemento. Quanto mais especificado for esse comportamento interno, mais a resposta do modelo irá se aproximar do comportamento real da estrutura. Neste contexto, este trabalho objetivou solucionar um problema de viga sujeita a ação de forças distribuídas com o emprego do MEF através de funções polinomiais interpolativas do terceiro (usual) e quinto (alternativa) graus e comparar os resultados obtidos com os calculados pela solução analítica, de maneira a se comparar as diferenças entre os deslocamentos gerados por ambas as aproximações, a usual e a alternativa, aqui propostas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVARENGA, R. C. S. S.; ANTUNES, H. M. C. C. Otimização de treliças. Congresso Ibero Latino-Americano Sobre Métodos Computacionais para Engenharia, 15. Belo Horizonte, MG. Anais, p. 1699-1708, 1994.

CHEUNG, A. B.; LINDQUIST, M.; CALIL, C. J. Calibração de propriedades elásticas de uma placa ortótropa utilizando algoritmos genéticos. Revista Sul-americana de Engenharia Estrutural. Universidade de Passo Fundo. Mato Grosso do Sul. p. 74-92, 2004.

CHRISTOFORO, A. L. Influência das irregularidades da forma em peças de madeira na determinação do módulo de elasticidade longitudinal. Tese de Doutorado, Escola de Engenharia de São Carlos, USP, São Carlos, SP, 2007.

GÓES, J. L. N. Modelos teóricos para o dimensionamento de pontes com tabuleiro multicelular de madeira protendida. XXXI Jornadas Sud-americanas de Ingeniería Estructural. Universidad Nacional de Cuyo. Mendonça. Argentina. Anais, CD-ROM, 2004.

MASCIA, N. T. Considerações a respeito da anisotropia da madeira. Tese (Doutorado) – Escola de Engenharia de São Carlos, USP, São Carlos, SP, 1991.

OÑATE, E. Cálculo de Estructuras por el Método de Elementos Finitos – Análisis estático lineal. Centro Internacional de Métodos Numéricos em Ingeniería, 1995.

RIGO, E. Métodos de otimização aplicados à análise de estruturas. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, USP, São Carlos, SP, 1999.

Publicado

20/12/2013

Como Citar

MONTEIRO, A. B.; WOLENSKY, A. R. V.; CHRISTOFORO, A. L. AVALIAÇÃO DOS DESLOCAMENTOS EM VIGAS PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS. Ciência & Tecnologia, [S. l.], v. 5, n. 1, 2013. Disponível em: https://citec.fatecjaboticabal.edu.br/index.php/citec/article/view/50. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Agronomia e Enga. Agrícola e Meio Ambiente e Agrárias