INTERAÇÃO DE NITROGÊNIO E ZINCO NA PRODUÇÃO DE MILHO

Autores

  • Bianca Aparecida Finoto Rasteiro Engenheira Agrônoma. Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro “Victório Cardassi”.
  • Francisco Carlos Zufi Junior Engenheiro Agrônomo. Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro “Victório Cardassi”.
  • João Alberto Fischer Filho Professor Doutor do Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro “Victório Cardassi” e Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG (Unidade Frutal).

DOI:

https://doi.org/10.52138/citec.v12i1.41

Palavras-chave:

Macronutriente, Micronutriente, Nutrição, Produtividade, Zea mayz L

Resumo

A cultura do milho é responsiva para aumento de produtividade em função do manejo nutricional e por isto, o trabalho teve como objetivo avaliar a influência do nitrogênio (N) e zinco (Zn) na produção da cultura. O experimento foi conduzido em vasos em área experimental, no município de Bebedouro. Foi instalado em blocos ao acaso, composto por vinte e sete parcelas. Os tratamentos corresponderam a combinações de três doses de Zn (2, 8 e 16 kg ha-1), aplicadas de forma localizada na semeadura e três de N (0, 120 e 240 kg ha-1) aplicadas parceladamente na semeadura e em cobertura. Foram avaliadas as características produtivas: número de fileiras e grãos por espiga e produtividade. A interação entre N e Zn proporcionada pelo uso de 120 kg ha-1 de N e 2 kg ha-1 de Zn resultou em plantas com maior produtividade (30,96 t ha-1). A aplicação de N, não influenciou a quantidade de fileiras por espigas, enquanto doses crescentes de Zn não proporcionam melhor desempenho deste componente de produção. A utilização da maior dose de Zn (16 kg ha-1) exerceu influência negativa sobre a quantidade de grãos por espiga, enquanto a interação entre as doses de 120 kg ha-1 de N e 2 kg ha-1 de Zn representou o tratamento com maior eficiente nesta análise. Doses superiores a 2 kg ha-1 de Zn interagem negativamente junto as doses de 0 e 120 kg ha-1 de N, para as variáveis grãos por espiga e produtividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

23/12/2020

Como Citar

FINOTO RASTEIRO, B. A. .; ZUFI JUNIOR, F. C.; FISCHER FILHO, J. A. . INTERAÇÃO DE NITROGÊNIO E ZINCO NA PRODUÇÃO DE MILHO. Ciência & Tecnologia, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 97-109, 2020. DOI: 10.52138/citec.v12i1.41. Disponível em: https://citec.fatecjaboticabal.edu.br/index.php/citec/article/view/41. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Agronomia.