EFEITOS DA FOSFATAGEM NO DESENVOLVIMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR

Autores

  • Lucas Aparecido Manzani Lisboa Me. Professor da FUNDEC, Dracena, SP, Brasil.
  • Ronaldo da Silva Viana Dr. Professor da FATEC, Araçatuba, SP, Brasil.
  • Isabô Melina Pascoaloto Mestranda pela – UNESP, Campus de Ilha Solteira, SP, Brasil.
  • Reges Heinrichs Dr. Professor da UNESP, Campus de Dracena, Dracena, SP, Brasil.
  • Paulo Alexandre Monteiro de Figueiredo Dr. Professor da UNESP, Campus de Dracena, Dracena, SP, Brasil.

Palavras-chave:

Fosfato decantado, Fosfato de monoamônio, Histologia, Saccharum spp

Resumo

O fósforo é considerado um elemento essencial para a cana-de-açúcar, assumindo grande importância no enraizamento, perfilhamento e consequentemente, na produtividade final de colmos. Com o objetivo de avaliar os efeitos da fosfatagem em pré-plantio nas condições químicas do solo e no desenvolvimento da cana-de-açúcar, foi realizado um experimento com a variedade RB 86 7515 junto à unidade produtora da Usina Santa Mercedes, em Tupi Paulista, Estado de São Paulo. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com 4 repetições, no esquema fatorial 2 x 4, utilizando duas fontes de fósforo (fosfato  decantado e fosfato de monoamônio) e quatro doses de fósforo (0; 80; 120; 160 kg ha-1 P2O5). A adubação fosfatada em pré-plantio apresentou resposta positiva para produção de massa verde de forragem, independentemente das fontes utilizadas. A melhor resposta foi alcançada com a dose de 113 Kg de P2O5 ha-1. O efeito de doses e fontes não influenciou a nutrição foliar da cana-de-açúcar. As doses de fósforo influenciaram no diâmetro dos vasos floemáticos e dos vasos xilemáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CASTRO, E.M.; et al. Histologia vegetal: estrutura e função de órgãos vegetativos.

Universidade Federal de Lavras, Lavras, Brasil. 234 p, 2009.

CASTRO, P.R.C.; LUGE, R. A. Ecofisiologia de culturas extrativistas: cana-de-açúcar,

seringueira, coqueiro, dendenzeiro e oliveira. Cosmópolis Stoller do Brasil, v. 1, p. 13-45

CHIBA, M.K.; MATTIAZZO, M.E.; OLIVEIRA, F. C. Rendimento de cana-de-açúcar

cultivada em Argissolo, utilizando lodo de esgoto como fonte de fósforo. Acta Scientiarum

Agronomy, v. 31, p. 495-501, 2009.

DIAS, J., et al. Physiological aspects of sun and shade leaves of Lithraea molleoides (Vell.)

Engl. (Anacardiaceae). Brazilian Archieves of Biology and Technology, p. 91-99, 2007.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa

de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Embrapa, Rio de Janeiro, Brasil. 353

p., 2013.

Ciência & Tecnologia: Fatec-JB, Jaboticabal(SP), v.8, n.1, p. 31-41, 2016. (ISSN: 2178-9436).

FELIPE, D. C. Produtividade da cana-de-açúcar (Saccharum oficinarum L.) submetida a

diferentes épocas de plantio e a adubação mineral. 2008. 58 f. (Dissertação de Mestrado) -

Universidade Federal da Paraíba, Areia, Brasil, 2008.

FERREIRA, E. A. et al. Leaf blade quantitative anatomy of sugarcane cultivars and clones.

Planta Daninha, v. 25, p. 25-34, 2007.

GUIMARÃES, A. K. V. Características produtivas e anátomo-qualitativas de três de

forrageiras em resposta a fósforo e idade. 2010. 147f. (Tese de Doutorado) - Universidade

Federal de Lavras, Lavras, Brasil, 2010.

JOARDER, N. et al. Leaf blade and midrib anatomy of two sugarcane cultivars of

Bangladesh. Journal Of Bio-science, v.18, p. 66-73. 2010.

KORNDÖRFER, G. H. Fósforo na cultura da cana-de-açúcar. In: Yamada, T., Abdalla, S. R.

S. In: Simpósio sobre Fósforo na Agricultura Brasileira. Anais... Associação Brasileira para

Pesquisa da Potassa e do Fosfato, São Paulo, Brasil. 2004. 305p.

KRAUS, J. E.; ARDUIN, M. Manual básico de métodos em morfologia vegetal. Editora

Universidade Rural, Rio de Janeiro, 1997. 25 p.

LISBOA, L. A. M.; et al. Modificações morfoanatômicas foliares da cana-de-açúcar em

função de estratégias de aplicação de herbicidas. STAB: açúcar, álcool e subprodutos, v. 31,

p. 33-36, 2013.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, S.A. Avaliação do estado nutricional da

plantas: princípios e aplicações. Potafos, Piracicaba, Brasil. 1997. 319 p.

MENGEL, K.; KIRKBY, E. A. Principles of plant nutrition. International Potash

Institute, Berne, Swiss. 1982. 59 p.

OLIVEIRA, M. W. et al. Nutrição mineral e adubação da cana-de-açúcar. Informe

Agropecuário, 2007. n. 28, p. 30-43.

PEREIRA, F. J. et al. Evolução da anatomia radicular do milho 'Saracura' em ciclos de

seleção sucessivos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, p. 1649-1656, 2008.

PIMENTEL-GOMES, F. P. Curso de estatística experimental. 4.ed. Piracicaba: ESALQ,

477 p.

RAIJ, B. van; et al. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais.

Instituto Agronômico, Campinas, Brasil. 2001. 285 p.

RAIJ, B. van et al. Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo.

Instituto Agronômico, Campinas, Brasil. 1996. 285 p.

Ciência & Tecnologia: Fatec-JB, Jaboticabal(SP), v.8, n.1, p. 31-41, 2016. (ISSN: 2178-9436).

SANTOS, V. R. et al. Crescimento e produtividade agrícola de cana-de-açúcar em diferentes

fontes de fósforo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 13, p. 389-

, 2009.

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C.A.V. Versão do programa computacional Assistat para o

sistema operacional Windows. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v. 4, p. 71-

, 2002.

TOMAZ, H. V. Fontes, doses e formas de aplicações do fósforo na cana-de-açúcar. 2009.

f. (Dissertação de Mestrado) - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz",

Universidade de São Paulo, Piracicaba, Brasil, 2009.

Publicado

20/12/2016

Como Citar

LISBOA, L. A. M.; VIANA, R. da S.; PASCOALOTO, I. M.; HEINRICHS, R.; DE FIGUEIREDO, P. A. M. EFEITOS DA FOSFATAGEM NO DESENVOLVIMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR. Ciência & Tecnologia, [S. l.], v. 8, n. 1, 2016. Disponível em: https://citec.fatecjaboticabal.edu.br/index.php/citec/article/view/31. Acesso em: 11 maio. 2021.

Edição

Seção

Agronomia e Enga. Agrícola e Meio Ambiente e Agrárias